eficiencia energetica

O que é eficiência energética e qual sua importância

A eficiência energética tem por objetivo reduzir o consumo de energia, evitando desperdícios, poluição e gerando economia de recursos.

A energia está em praticamente tudo o que utilizamos, desde a iluminação e combustível até em equipamentos que facilitam a rotina. No entanto, o uso desenfreado gera impactos econômicos e ambientais, sendo essencial a busca não só por fontes alternativas, mas também a conscientização de todos.

O que é eficiência energética?

Eficiência energética pode ser definida como um conjunto de ações que buscam otimizar um trabalho, realizando-o com menos esforço. Em outras palavras, significa buscar outras formas de gerar energia usando menos recursos, através de equipamentos mais modernos e eficientes ou fontes renováveis e limpas.

Por que é preciso se atentar à eficiência energética?

Quando um equipamento está em uso, é comum o gasto de energia. Mas quando extrapola o necessário, torna-se um desperdício. Por exemplo, um veículo ligado parado no trânsito está sendo ineficiente, pois consome combustível e usa muito mais energia para se manter parado do que se estivesse em movimento.

Equipamentos também podem desperdiçar energia: é o caso do ar condicionado sem manutenção, que além de apresentar falhas, requer muito mais energia para funcionar adequadamente. Mas o desperdício de energia é uma pauta muito importante a nível nacional: segundo dados do levantamento The 2018 International Energy Efficiency Scorecard, o Brasil possui um baixo desempenho energético.

O setor industrial consome cerca de 40% de toda a energia produzida e, de 2014 a 2016, desperdiçou cerca de 140% do montante anual gerado pela usina de Itaipu.

As causas da baixa eficiência energética estão em máquinas obsoletas, problemas de manutenção e falta de investimento em tecnologias que aumentem a produtividade e otimizem processos responsáveis pelo desperdício de energia.

A importância da eficiência energética nas empresas

Quando as empresas passam a adotar medidas para aumentar a eficiência energética, elas contribuem também para a preservação do meio ambiente e economizam recursos. Ao adotar a sustentabilidade como premissa do negócio, a empresa se torna mais lucrativa, pois passa a ter uma boa imagem no mercado com maiores chances de novos negócios.

Eficiência como premissa do negócio

Empresas que buscam a eficiência energética têm como premissa o investimento em equipamentos modernos, manutenção periódica de todos os ativos e melhoria constante da operação para aumentar a produtividade.

Eficiência energética no varejo

Um dos maiores custos de empresas varejistas é com energia, afinal, todo o processo de gerenciar e armazenar produtos demanda uma grande infraestrutura. Por isso, é preciso identificar quais são os ativos e processos que têm um alto consumo dentro da operação e, em seguida, implementar um novo projeto de eficiência energética que atenda essas  necessidades. Um exemplo são as automações inteligentes em projetos luminotécnicos para controlar o funcionamento de lâmpadas em galpões.,  

Eficiência energética na indústria

Na indústria, fazer avaliações periódicas de consumo é muito importante para encontrar gargalos na operação. A fim de reduzir o desperdício de insumos na cadeia produtiva, investir na automação de processos também contribui para aumentar a eficiência energética.

Quais os principais benefícios da eficiência energética?

A tecnologia tem avançado bastante no quesito eficiência energética, utilizando fontes limpas e renováveis que geram economia para minimizar o impacto ambiental.

Redução dos impactos ambientais

Além da economia gerada nas empresas e indústrias, o meio ambiente também é beneficiado, porque a eficiência energética ajuda na economia de água e reduz o descarte de resíduos.

Gera redução de custos e economia

Ao apostar em equipamentos mais sustentáveis, a empresa ganha em economia de energia. Os custos de manutenção são mais baratos, quando feita de maneira periódica, com paradas pontuais e evitando corretivas.

Melhora a qualidade do ar

A qualidade do ar impacta diretamente na saúde de trabalhadores em empresas e indústrias, além das comunidades que vivem ao redor. Por isso, indústrias podem tratar o ar a fim de reduzir a emissão de poluentes.

Impulsiona a economia local

Quando optamos por equipamentos com maior eficiência energética, reduzimos gastos com contas, em consequência, temos meios para consumir em lojas e serviços da cidade, impulsionando a economia local.

Como melhorar a eficiência energética na empresa

As empresas podem – e devem – investir na eficiência energética sem precisar, necessariamente, investir em uma nova fonte de energia renovável. A eficiência energética está até mesmo nos processos do dia a dia, que podem ser revisados a fim de aumentar a produtividade da equipe.

Redução de emissões

Reduzir a emissão de gases poluentes contribui com a preservação da saúde de trabalhadores e do meio ambiente. Além disso, a empresa estará dentro de normas e legislações, como a Lei Federal 1413/1975 e 6803/1980. clicando aqui.

Investir em novas tecnologias

Quando as empresas investem em novas tecnologias e manutenções de equipamentos, reduzem a obsolescência, produção parada e evitam desperdícios de materiais. Já existem tecnologias que ajustam o funcionamento dos equipamentos de acordo com a necessidade de uso. Isso reduz não só o desgaste desnecessário de peças, mas o desperdício de energia apenas para se manter ligada.

Planejamento de compras

Realizar o planejamento de compras e novas aquisições de equipamentos ajuda a ter maior previsibilidade de crescimento da empresa e quais áreas precisam de investimentos. Esse mapeamento constante ajuda na melhoria de processos e otimização da operação.

Melhoria da imagem institucional

A preocupação com a preservação ambiental e o uso consciente de fontes de energia não é pauta apenas de órgãos governamentais, mas também da sociedade que já sente os reflexos do consumo desenfreado. Um estudo de 2018, denominado Global Consumer Insights Pulse Survey, mostrou que 62% dos consumidores preferem empresas ecologicamente conscientes.

Se a empresa ainda não sabe por onde começar a melhorar a eficiência energética, deve ser realizado um estudo ou laudo técnico, analisando as condições elétricas de cada ambiente, propondo melhorias para cada problema estrutural do ambiente.

Os resultados vão muito além da economia de energia, como também um ambiente produtivo e o produto final com mais qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima