Recibo de prestação de serviço

Recibo de prestação de serviço: com fazer + 7 modelos

O recibo de prestação de serviço funciona não só como uma forma de comprovação dos serviços prestados e dos pagamentos realizados, mas também como um método de controle contábil em que todas as entradas financeiras são documentadas. 

Veja neste artigo como preencher um recibo de prestação de serviço e modelos mais utilizados em Word ou aplicativo.

Leia também: Como funciona uma Ordem de Serviço digital em aplicativo

O que é um recibo de prestação de serviço?

O recibo de prestação de serviços é um documento que formaliza a realização de um trabalho e o seu pagamento. 

Ele geralmente é usado por profissionais liberais e autônomos, auxiliando no acompanhamento do fluxo de caixa, na prestação de contas e na comprovação de prestação de serviços.

De acordo com a lei 8.846/94, é obrigatório a todas as transações financeiras a emissão de um recibo no momento da compra. Assim, o recibo de prestação de serviço, além de ser obrigatório, ajuda as empresas a: 

  • Padronizarem seus serviços; 
  • Garantir o compliance;
  • Dar mais controle nos lançamentos financeiros; 
modelo de recibo de prestação de serviço

Quando o recibo de prestação de serviços deve ser emitido? 

A emissão de um recibo de prestação de serviços deve ser realizada toda vez que um serviço é prestado e seu pagamento é feito. 

A regra para que um recibo de prestação de serviços seja aceito é que ele contenha as informações relativas ao serviço entregue, a forma de pagamento e as assinaturas do contratante e do prestador de serviço, atestando a compra e venda. 

Recibo de prestação de serviço e nota fiscal: qual a diferença?  

É comum que o recibo de prestação de serviços e a nota fiscal sejam confundidos, afinal eles têm funções parecidas. Mas enquanto o recibo serve para comprovar a execução do serviço e as entradas financeiras da empresa, ajudando na contabilidade; a nota fiscal serve essencialmente para a prestação de contas e recolhimento de impostos. 

Em alguns casos a nota fiscal também é usada como comprovante de pagamento, mas é válido lembrar que nem sempre sua emissão significa entradas financeiras para a empresa, porque o pagamento pode não acontecer. 

Outra diferença é que o recibo de prestação de serviços é usado quando o CNPJ das empresas ainda não está ativo.  

exemplo-de-recibo-de-prestacao-de-servico
Exemplo de recibo de prestação de serviço
como-preencher-um-recibo-de-prestacao-de-servico
Exemplo de nota fiscal

Como preencher um recibo de prestação de serviço?

Não existem segredos para preencher um recibo de prestação de serviços, o documento é simples e precisa conter as principais informações do serviço prestado e do pagamento, além dos dados do contratante e contratado. Você também pode adaptar de acordo com o seu tipo negócio.

Abaixo separamos um passo a passo do que você precisa fazer para criar o seu recibo.

Veja também: Orçamento de serviço: como fazer

1º Padronize a descrição do recibo 

A regra é que todo recibo deve conter as seguintes informações: 

  • Qual foi o serviço prestado;
  • Quais são os valores a serem pagos; 
  • Dados de quem fará o pagamento; 
  • Dados de quem irá receber o pagamento;
  • Local e data da emissão; 
  • Assinatura de quem prestou o serviço e do pagante; 

Todo recibo precisa ter um título que indique o objetivo daquele documento. Pode ser um recibo de pagamento entrada ou de pagamento de serviços complementares, por exemplo. Por isso, a função já deve estar contida no seu nome! 

Em seguida, no corpo do recibo, você irá descrever a situação daquele pagamento, usando todos os dados que citamos acima, um exemplo é:

“Eu, __________ (nome da pessoa que recebeu o pagamento), recebi de ___________ (nome da sua empresa ou da pessoa que realizou o pagamento) a importância de _________ (valor pago numérico seguido de sua escrita por extenso), pelos serviços de ___________________ (descreva o fato ou serviço que está sendo pago).”

Caso seja um pagamento parcelado, não se esqueça de identificar a quantidade de parcelas. 

2º Use valores e números por extenso 

Além de incluir os valores numéricos, você deve, logo em seguida, escrevê-los por extenso. Isso é importante porque, para fins de contestação, a legislação considerará como base apenas o número que foi escrito por extenso. 

Outra dica é conferir os valores antes de emitir o recibo de prestação de serviços, verificando se não houve nenhum erro de digitação. 

3º Deixe espaços em branco a serem completados

Para padronizar o recibo de prestação de serviços você pode optar por criar um documento padrão, deixando espaços a serem completados posteriormente de acordo com as informações necessárias a cada comprovante. 

Nesses espaços em branco é importante deixar campos para inclusão de data, local e assinatura. O local deve vir acompanhado da cidade e do estado e junto a assinatura deve constar o nome de quem vai assinar e algum documento de identificação, como o CPF ou o CNPJ. 

4º Faça duas vias do recibo de prestação de serviços 

Para cumprir os dois principais objetivos do recibo de prestação de serviços, é necessário que cada parte fique com uma via. Assim, o prestador de serviços terá a comprovação do pagamento e o pagante a comprovação do serviço realizado. 

Por esse motivo, na hora de emissão do recibo, não se esqueça de preencher e solicitar as assinaturas às duas vias.  

5º Personalize o recibo 

No próximo tópico vamos mostrar alguns exemplos de recibo de prestação de serviços, cada um tem um objetivo diferente e o melhor é que você pode adaptá-los para a sua empresa. É possível inserir sua logo e incluir informações extras, por exemplo.

Outro exemplo de como melhorar e personalizar o recibo é através da ordem de serviço, um documento muito utilizado por prestadores de serviço que reúne informações como: tipo e custo de serviço prestado, dados de quem receberá o serviço, formas de pagamento, materiais utilizados e demais informações a respeito das tarefas realizadas. 

modelo-de-recibo-de-prestacao-de-servico

Exemplos de recibo de prestação de serviço 

Existem vários tipos de recibo de prestação de serviços, separamos aqui os mais comuns para você usar: 

Recibo de prestação de serviço simples

O recibo de prestação de serviço simples é o modelo mais comum para comprovar a prestação de serviço e você pode usar o seguinte modelo:

Eu, (nome do recebedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), recebi de (nome de quem realizou o pagamento), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), a importância de R$ XXX,XX (valor por extenso), pelos serviços de (descreva o serviço), não restando nenhum pagamento pendente.

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de pagamento de mão de obra 

Neste recibo são comprovados os pagamentos de serviços de natureza manual, sendo necessário que o recibo expresse que o pagamento diz respeito exclusivamente ao valor da mão de obra, sem incluir materiais ou produtos, por exemplo. 

Eu, (nome de quem recebe), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), recebi de (nome de quem paga), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), a importância de R$ XXX,XX (valor por extenso), referente ao pagamento de serviços de mão de obra relativos a (informe o serviço que foi realizado).

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de pagamento complementar 

O recibo de pagamento complementar deve ser feito quando existe a necessidade de contratação de mais algum serviço, além daquele que foi contratado previamente. Para isso, não é preciso resgatar o valor do serviço solicitado anteriormente, apenas identificar que esse comprovante se refere a inclusão de um novo serviço. Nesses casos você pode usar este modelo:

Eu, (nome do prestador de serviço), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), recebi de (nome do devedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), a importância de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), referente ao pagamento complementar à(ao) (explique a origem do acréscimo de valor).

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de pagamento de locação 

No caso de locação este recibo de prestação de serviço comprova o cumprimento do contrato de aluguel. É fundamental que informações como mês e ano do aluguel estejam presentes, assim como o endereço do imóvel, como no exemplo abaixo:

Eu, (nome do locador), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), recebi de (nome do locatário), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), a importância de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), referente ao pagamento do aluguel do mês de (especificar) de (ano), do imóvel localizado à (endereço do imóvel locado).

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de pagamento de entrada 

Alguns serviços são realizados mediante ao pagamento de uma entrada. Nesses casos, além de um recibo para o pagamento final, você deverá emitir um recibo referente ao sinal. No recibo não é necessário registrar o valor total do pagamento a ser realizado, mas é importante informar que é um pagamento que será realizado em partes. Abaixo separamos um exemplo: 

Eu, (nome de quem recebe), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), recebi de (nome de quem paga), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), a importância de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), a título de entrada, referente à(ao) (informe a que negócio se refere a entrada).

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de pagamento de parte da dívida 

Esse recibo é emitido quando apenas parte da dívida é quitada e não toda ela. Entre os dados que o comprovante precisa apresentar estão o valor total da dívida, a quantia que foi quitada, as parcelas referentes e a data da última atualização. Também é possível incluir o valor restante a ser pago. Uma opção é seguir o seguinte modelo: 

Eu, (nome do recebedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), recebi de (nome do devedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), a importância de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), referente ao pagamento de parte da dívida com valor total de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), atualizada até (data em que o débito tinha o valor indicado), relativa à (informe a origem da dívida).

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Recibo de quitação antecipada 

Diferente do caso anterior, esse recibo de prestação de serviço só pode ser emitido quando a dívida for 100% quitada. No comprovante é preciso que seja informado quais parcelas foram pagas, a data de vencimento delas e evidenciar no texto que não há mais dívidas a serem pagas, como no modelo a seguir: 

Eu, (nome do recebedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), recebi de (nome do devedor), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar), a importância de R$ X.XXX,XX (valor por extenso), referente à quitação antecipada das parcelas XX a XX (informar quais parcelas estão sendo quitadas), com vencimento de (data da primeira) até (data da última), referente ao pagamento de (informe a que se refere o parcelamento), não restando nenhum pagamento pendente.

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)

(nome do recebedor)

Modelo de recibo de prestação de serviço 

É possível fazer um recibo de prestação de serviço de várias formas, abaixo listamos as mais comuns e suas vantagens.

modelo-de-recibo-de-prestacao-de-servico

Recibo de prestação de serviço word

O recibo de prestação de serviço word pode ser impresso ou preenchido de maneira digital e enviado como PDF. 

Recibo de prestação de serviço online 

A emissão de recibo de prestação de serviço também pode ser feita de forma online em sistemas e aplicativos. É a opção mais indicada para empresas que possuem contratos de serviços ou que precisam demonstrar para o cliente o trabalho executado, como instalações, inspeções, manutenções preventivas, corretivas e visitas técnicas.  

O recibo de prestação de serviços é preenchido pelo aplicativo com vários recursos que aumentam a confiabilidade da prestação de serviços, como: 

  • Preenchimento automático de informações
  • Fotos com marcação de data e localização GPS
  • QR Code para identificar equipamentos e ativos; 
  • Questões de não conformidade com pontuação
  • Cálculo automático de serviços e peças 
  • Comando por voz
  • Assinatura digital

Gestores podem acompanhar à distância o preenchimento das informações e a execução do serviço e, ao final, o cliente já recebe por e-mail ou whatsapp o PDF em um formato bonito e padronizado. Veja exemplos:

Se interessou pelo modelo digital? Então deixe de testar o produttivo por 15 dias grátis, emitir ordens de serviço, comprovar a execução dos trabalhos e acompanhar atividades. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima